Educação Itaguaí: GREVE DECRETADA - Assembléia do SEPE delibera por greve com MANIFESTAÇÃO marcada para próxima TERÇA - Próxima ASSEMBLÉIA marcada para QUINTA!


O Sindicato dos Profissionais da Educação (SEPE) realizou a sua assembléia nesta quinta-feira (06/02), no salão da Catedral São Francisco Xavier, no Centro de Itaguaí. Com a presença de cerca de 300 representantes de diferentes segmentos da educação do município. Ao todo, compareceram profissionais de aproximadamente 40 unidades escolares e o microfone esteve aberto para todos os presentes poderem expor suas opiniões, o que fizeram ao longo desta tarde.

Foram relatados, ao longo da tarde, diferentes reclamações sobre os eventos ocorridos ao longo dessa semana. Além de reclamações pertinentes ao retorno dos desviados de funções a seus cargos de origem, também foram algo de reclamações e criticas severas ao modo que foram aplicados a devolução dos funcionários excedentes das unidades escolares, com priorização dos contratados em detrimento dos concursados. Inúmeras foram as reclamações sobre a infraestrutura atual das unidades escolares.

Início da reunião do SEPE, ocorreu no salão da Catedral

A sessão da assembléia do SEPE foi conturbada. Já no início da reunião, um representante da Prefeitura de Itaguaí chegou ao recinto com uma mensagem em forma de nota. Na mensagem, lida publicamente, a prefeitura ofertou a criação de (mais) uma comissão de representantes para discutir o plano. Além disso, a prefeitura reafirmou que o plano está nas mãos da Fundação Getúlio Vargas para análise, além de outros por menores. Os membros presentes entenderam que a nota era mais uma ação protelatória por parte do prefeito.

Ao final, todos os presentes deliberaram por DECRETAR A GREVE em todo o funcionalismo da educação. Todos os profissionais da educação a partir dessa data deverão está presente naturalmente nas unidades escolares em seus dias de trabalho, assinar o ponto e divulgar aos pais e alunos o estado de greve. Os professores não deverão entrar em sala de aula, mas deverão cumprir seus horários nas unidades escolares, a COMISSÃO GREVISTA informará outras instruções a partir de amanhã (07/02).

Principais pontos da GREVE - Reinvindicações

Apresentação e aprovação do PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS.

Melhorias na INFRAESTRUTURA geral das escolas da rede.

RESPEITO aos profissionais da educação referente aos dias de trabalho.

REVISÃO da orientação de devolução aos cargos de origem aos desviados de função

...dentre outras reivindicações...

Comissão Grevista

Amanhã (07/02), haverá uma reunião na sede do SEPE de Itaguaí com a comissão grevista às 8 horas. O objetivo da reunião é organizar e capilarizar a greve em toda rede municipal de ensino de Itaguaí. Ainda amanhã, a comissão grevista irá fechar canais de comunicação com os grupos grevistas em toda rede e articular as ações a serem adotadas nos próximos dias. 

Manifestação no centro de Itaguaí

Na próxima terça-feira (11/02) haverá manifestação no centro de Itaguaí com a presença do funcionalismo da educação e também estão convidados os pais, alunos, todo o funcionalismo municipal. Todos que se interessarem em aderir ao movimento grevista, o caminho está aberto. Esperamos todos! A concentração será às 16 horas em frente ao Banco do Brasil.

Próxima Assembléia do SEPE

Já com a greve em andamento, teremos uma próxima assembléia marcada para quinta-feira (13/02) às 14 horas na Catedral São Francisco Xavier. Novamente todos já estão convidados para participar da sessão deliberativa.

Vereadores prestigiam a assembléia do Sepe

Os vereadores Jailson da Agricultura  e Willian Cezar compareceram a sessão e prestigiaram toda a reunião. Além do apoio ao movimento, o vereador Jailson aproveitou o momento para denunciar que a Prefeitura passou a receber menos Royalties do petróleo em 2014, de R$ 4 milhões para apenas R$ 800 mil por mês. A razão apresentada é que o governo municipal recebeu da Agência Nacional do Petróleo duas (2) circulares solicitando informações e que estas não foram respondidas.

Servidor em estágio probatório PODE entrar em greve

Os servidores em estágio probatório possuem o direito garantido a fazer greve. São inúmeras as decisões judiciais e, inclusive, decisões do Supremo Tribunal Federal garantindo o sagrado direito de greve. O governo não pode fazer qualquer ação para prejudicar o profissional grevista. Todos mantém os direitos de entrar em greve, e esse direito é inalienável.

O Blog continuará cobrindo a greve na rede municipal de ensino e estaremos mantendo o canal aberto em regime de plantão, apoiamos integralmente o movimento grevista, vamos conseguir chegar lá amigos!

9 comentários:

  1. Educação em GREVE! Educação na rua LUCIANO a culpa é sua!!! Vamos a luta colegas!

    ResponderExcluir
  2. GREVE SIM!!!!!! PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS INSATISFEITO ESSE É O MOMENTO DE FAZER ALGO! VAMOS NOS JUNTAR AO PESSOAL DA EDUCAÇÃO.... GREVE!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. A pergunta que não quer calar.O último concurso foi prorrogado?

    ResponderExcluir
  4. Precisamos continuar o movimento e pedir a saída de todos os funcionários lotados na SMEC que vieram do município do RJ e de Barbacena e só trouxeram idéias loucas.Porque quem veio do RJ nao tenta trazer para o prefeito a idéia de implantar os benefícios do municipio do Rio.??Só retrocederam com Itaguaí...............

    ResponderExcluir
  5. Solicito o SEPE que apareça nas escolas, pois, os professores estão sofrendo coação e assédio profissional principalmente nas escolas na amendueiras, não deixem os professores de lá sofrerem por apoiar a causa de vocês...

    ResponderExcluir
  6. Os professores CONCURSADOS que eram desviados de função há vários anos estão sendo substituídos por professores CONTRATADOS!!! Existe injustiça maior????? Trabalhamos vários anos com uma carga horária MAIOR e agora fomos jogados na lata de lixo por uma Secretária de Educação que desconhece o nosso município. Clamamos por justiça!!!





    ResponderExcluir
  7. Assista ao documentário gravado por Dr.Valdecy Alves em que debate as principais violações à Lei do Piso do professor, Lei Federal nº 11738/2008, gravado na manhã de 06/03/2014. Além da análise de cada uma das violações desde 2008, demonstra as principais fraudes praticadas contra direitos dos professores contidos na lei e da educação de qualidade. http://valdecyalves.blogspot.com.br/2014/03/documentario-sobre-lei-do-piso-violada.html

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu blog, estão de parabéns pelos os tópicos..

    ResponderExcluir

O Blog Cidadania do Porto faz moderação dos comentários, acreditamos na liberdade de opinião, pensamento e expressão. Porém, não podemos autorizar publicação de comentários contendo calúnias, difamações ou informações não-comprovadas. NÃO SERÁ PUBLICADO COMENTÁRIOS ANÔNIMOS quando for citado o nome de uma pessoa ou de uma unidade ou setor da prefeitura, DIRETA ou INDIRETAMENTE, NÃO INSISTAM! COMETÁRIOS contando tais referências deverá constar o perfil válido da pessoa que está escrevendo!